Pelos Campos do Jordão

Carneirinho carregando a bike num trecho de lama.

Ontem, a subida de pirambas foi em Campos do Jordão. Subimos Vitor, Artur e eu. Encontramos o Luciano “Tijolo” Corrêa e o biker (que também escala) Willian “Carneirinho”, no centro de Capivari, e de lá, começamos o pedal.

O início é pelo bairro Alto do Capivari, bem tranquilo, lindas casas e ruas asfaltadas entrecortadas por outras de terra. A trilha começa em uma sequencia de colinas onde Tijolo fez um tour virtual irado: http://www.vistapanoramica.com.br/visitavirtual/casa-redonda/tour.html confira que vale a pena, infelizmente nesse blog não há maneira de colocar direto, então acesse o link.

Tijolo preparando a imagem do Tour Virtual

Vitor Frechou nos campos

Artur Frechou na crista que antecede a floresta de araucárias, quase no Horto Florestal.

Depois dessa trilha, chamada de Casa Redonda, seguimos por outra batizada de 1.600. Downhill nervoso que chega no bairro da Ferradura e depois contorna uma linda floresta de araucárias, adentra a floresta e depois cruza alguns rios até chegar no Horto Florestal.

A trilha termina a poucos metros da entrada do Parque Estadual de Campos do Jordão. Dalí, seguimos mais 13km até Capivari, onde estava nosso carro. A trilha não foi longa, pouco mais de 30km, mas em vários trechos, é bem técnica. Se você não tem a manha, pode se quebrar nas descidas, pois há muitas pedras soltas, característica do solo da região. Desta vez saí ileso, ahahaha!

Na volta, comentei com os moleques que se nessas semanas que estamos levantando as trilhas, eles estavam notando que nossas pernas estão respondendo muito melhor, no que eles concordara. Para quem, escalador como eu, sempre se preocupou mais com a circunferência do antebraço do que das pernas, e treino significava muro de escalada, a mudança de esporte nestas semanas tem feito bem. Lógico que ainda estou na pegada, escalando 3 vezes por semana, mas o prazer de viajar rápido de bike tem nos motivado à pedalar e conhecer cada vez mais nosso quintalzão chamado Serra da Mantiqueira. Amanhã vamos pedalar de novo…. e domingo vou escalar. Issaaaaaaaaaaaaaa!

Floresta mágica de araucárias. Quase que eu me quebro nessa descida!

Anúncios
    • Miriam Chaudon
    • 7 de outubro de 2011

    Belo projeto!
    Sobe e desce, campos, montanhas,riachos,dificuldades,curtição,chuva,neblina,sol,calor,frio….
    Tudo isso às vezes parece que não é prazer mas eu ainda não encontrei nada melhor e mais agradável do que estar se aventurando na natureza! No final a alma sempre agradece!
    Que continuem as aventuras e projetos!
    Abraços para toda a equipe do MantiqueiraBikers!!!

    • fernando zanelato
    • 7 de outubro de 2011

    Muito legal esses rolês, ainda mais poder fazê-los em companhia dos filhos. Espero que quando os meus estiverem mais velhos, queiram me acompanhar também.
    Se forem passar pelo Campestre no final de semana, dá um toque que acompanho vocês na pedalada. Tem umas trilhas bacanas por ali e não são longas.
    Abraço,
    Fernando

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: