Pelo Altiplano do Baú

Se não tem companhia, vou só mesmo. O importante é sair de casa e ir pra montanha

Se não tem companhia, vou só mesmo. O importante é sair de casa e ir pra montanha

Em dia de aula não tem preguiça: tenho que acordar as 06h05. Depois de deixar o Jorge na escola, segui pela estrada da Campista até o Pesca na Montanha. Dia de céu azul é dia de frio de lascar aqui nessas bandas. Cruzo com moradores dos altos, todos encapotados.

Cheguei cedo, mordi umas bolachas, a cachorrada já me rodeou para filar uns pedaços e depois dum golaço de café, parti para uma trilha que o Marcio Prado havia me indicado. Rodeei o lago e logo no primeiro quilômetro já errei o caminho. Como não conhecia atrilha, curto do mesmo modo, mas após 4km estava no mesmo lugar de onde havia saído. Tudo bem, a trilha foi bem bacana, e passava por um monte de colinas altas com uma vista alucinante do altiplano do Baú. Volto ao ponto zero e começo de novo, tendo a manhã pra vadiar, digo, trabalhar no guia de pedaladas da serra, ta tudo tranqüilo.

Voltei até a guarita e o carro para zerar o odômetro e o GPS e ao abrir a térmica de café, avisto o carro do Marcio, que estava chegando para dar um trampo nas trilhas, já que a inauguração do bike Park da Zoom será dia 19 de maio.

No altiplano

Pilotar e filmar não é fácil não.

Nos campos, quase no asfalto da estrada da Campista

Cores de maio na serra da Mantiqueira

Peguei mais infos e desta vez acertei o caminho. A trilha sai do Pesca na Montanha, segue por trilhas e estradinhas pouco acidentadas até emendar na estrada de asfalto da Campista na altura da bifurcação para Vila Maria. De lá, segui mais 1km pelo asfalto e entre na terra novamente. Esta dica do Marcio foi preciosa, pois não conhecia esta estradinha e acabei saindo novamente no Pesca, com 10km de trilha e apenas 1km de asfalto. Show!

Aí está o link para quem quiser fazer a trilha usando o GPS. http://www.everytrail.com/view_trip.php?trip_id=1567331

Acelerando, digo, pedalando forte nas pirambas

Anúncios
    • aetspbr
    • 8 de maio de 2012

    Eliseu, parabéns pelo pedal, relato e registros!

    • Miriam Chaudon
    • 9 de maio de 2012

    Eu ainda compro minha bici prá pedalar por esse mundão!!! Que coisa boa deve ser se soltar por trilhas por aí…..

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: